A História do Calvário

Letra e música: Fernando Ferro
Arranjo: Eliseu Amaral
Trio: Bete Silva, João Ferreira e Karen Reis

Perdido estava o mundo sem confiança
Sem paz amor e esperança
E eu estou aqui assim sem razão pra viver
Jesus olhando nosso sofrimento
De amor encheu seus pensamentos
E decidiu morrer por mim e graça concedeu
Tão incomum é abrir mão de toda a glória
Deus se fez um de nós pra pagar por pecados que eram meus

Refrão:
A história do calvário não é uma mera ilusão
É o próprio Senhor no madeiro
Sendo cordeiro por minha salvação
A história do calvário me deu a chance de hoje existir
De joelhos me entrego inteiro
Ao cordeiro que por mim venceu, Ele é Jesus

A cruz foi alvo de grande redenção
Para conceder a todos o seu perdão
E vivo está. Vitória dá àquele que o aceitar
Tão incomum é abrir mão de toda a glória
Deus se fez um de nós para salvar aqueles quem tanto ama

Ponte:
Deus tanto amou que me salvou
Liberto agora sou Senhor, livre sou